14 de maio de 2012

Nuvens II




Entrego o corpo ás nuvens

Para que no teu

Chova o meu



2 comentários:

heretico disse...

gotas. como caricias...

abraço

Isa Lisboa disse...

Uma prova de que não é preciso um poema com muitas letras, para que diga muito...! :)