23 de dezembro de 2011

Sobre o teu corpo de alecrim



 
Sobre o teu corpo de alecrim

 um peixe com o meu nome

brilha no centro

não sei como exprimi-lo

mas mesmo assim

lanço uma corda aos Deuses

e trepo pela noite acima até à origem

2 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

e chegas ao âmago do poema

feliz natal

um beij

heretico disse...

duras escarpas - noite acima!...

belo poema.

abraço