17 de agosto de 2011

Felizes Juntos

 Sean Marc Lee


Se quiseres podes deitar-te no meu poema
fumar o meu nome
letra a letra
aceito desfazer-me em nuvem de fumo
e dentro da tua boca
acabar ingénua e milimetricamente no infinito.

4 comentários:

Graça Pires disse...

Da cumplicidade...
Beijos.

© Piedade Araújo Sol disse...

inovador.
gostei!
beij

Lilazdavioleta disse...

Gosto , muito .

Olhar... disse...

Lindo!
E mínimo... menos de 200 caracteres.

Obrigada pelo comentário do minimínimos. Assim pude achar esse seu blog, tão lindo.